Automação, Robótica e Controlo Industrial

Automação, Robótica e Controlo Industrial (null / 71001)



Área de Formação - Electrónica e Automação

Perfil profissional que visa preparar

O Técnico de sistemas de fabrico é o profissional que, de forma autónoma ou integrado numa equipa, concebe, programa, planeia, e coordena as atividades de produção, equipamentos e pessoas, recorrendo a sistema de fabrico assistido por computadores, tendo em vista a optimização da quantidade e qualidade da produção.

Objetivos

  • Programar equipamentos de acordo com as características técnicas do produto;
  • Aplicar autómatos programáveis para a movimentação de robots;
  • Utilizar instrumentos de simulação, teste e medida;
  • Definir especificações técnicas do produto, materiais ou tecnologias produtivas concebidas a partir dos resultados do estudo, experimentação e ensaio de protótipos;
  • Assistir tecnicamente a produção, intervindo em caso de anomalias ou avarias motivadas pela programação;
  • Programar e testar programas e sistemas informáticos;
  • Analisar, seleccionar, sintetizar e manter actualizada informação de cariz técnico para a direcção.

Destinatários - Podem candidatar-se a um CET:

  • Os titulares de um curso secundário ou de habilitação legalmente equivalente;
  • Os que tendo obtido aprovação em todas as disciplinas dos 10.º e 11.º e tendo estado inscritos no 12.º ano de um curso de ensino secundário ou de habilitação legalmente equivalente não o tenham concluído;
  • Os titulares de uma qualificação profissional do nível III;
  • Os titulares de um diploma de especialização tecnológica ou de um grau ou diploma de ensino superior que pretendam a sua requalificação profissional.
  • Indivíduos com idade igual ou superior a 23 anos, aos quais, com base na experiência, lhe sejam reconhecidas capacidades e competências que os qualificam para o ingresso no CET em causa.

Plano de Formação

Componentes de Formação Área de Competência Unidade de Formação Tempo de Trabalho (Horas) ECTS Observações
Total Contacto
Geral e Científica Línguas e Literaturas Estrangeiras Inglês
50
40
2
 
Segurança e Higiene no Trabalho Higiene e Segurança no Trabalho
50
30
2
 
Gestão e Administração Gestão de Projectos
50
20
2
 
Física Física
50
40
2
 
Tecnológica Electrónica e Automação Técnicas de Ajuste e Calibração
50
40
2
 
Electricidade e Energia Máquinas Eléctricas
100
80
4
 
Electrónica e Automação Robótica
50
40
2
 
Electrónica e Automação Introdução ao CIM
50
40
2
 
Electrónica e Automação Técnicas de Programação
100
80
4
 
Electrónica e Automação Pneutrónica
50
40
2
 
Electrónica e Automação Sistemas de Microcontroladores
100
80
4
 
Electrónica e Automação Controlo Industrial
100
80
4
 
Electrónica e Automação Automação
150
120
6
 
Electrónica e Automação

Projecto

150
120
6
 
Em contexto de trabalho Electrónica e Automação Estágio
400
360
16
 
TOTAL
1500
1210
60
 

Plano de formação adicional

Componentes de Formação Área de competência Unidade de formação Tempo de Trabalho (Horas) ECTS Observações
Total
Contacto
Adicional Matemática Matemática I
125
80
5
 
Matemática Matemática II
62,5
40
2,5
 
Física Física I
125
80
5
 
Física Física II
62,5
40
2,5
 

Candidaturas

Documentos necessários à formalização da candidatura:

-         Curriculum Vitae;

-         Certificado de Habilitações;

-         Cópia do Cartão de Cidadão ou do BI e do NIF

-         Ficha de Inscrição

A candidatura pode ser:

-         Entregue pessoalmente na Secretaria da ESTG-IPP;

-         Remetida para a morada a ESTG-IPP;

-        Enviada por correio eletrónico – cets@estgp.pt

Funcionamento

A atividade do CET decorrerá nas instalações da Escola Superior de Tecnologia e Gestão do Instituto Politécnico de Portalegre.

O regime de funcionamento da atividade letiva (diurno ou pós-laboral) será definido de acordo com o perfil dos canditados que venham a integrar a turma.

Vagas

20 vagas

O curso poderá funcionar com um mínimo de 15 alunos

Propinas

Os alunos inscritos nos Cursos de Especialização Tecnológica (CET) estão sujeitos, nos termos da lei, ao pagamento de propinas.

No ano letivo 2013/2014, o valor da propina dos Curso de Especialização Tecnológica é de 450,00€ (quatrocentos e cinquenta euros), podendo o pagamento ser efetuado de uma só vez ou em 9 (nove) prestações de 50,00€ (cinquenta euros) cada.

Ação Social

Os alunos que ingressem no CET poderão candidatar-se aos benefícios da Ação Social (bolsa, alojamento, tec.). Mais informações disponíveis em http://www.dges.mctes.pt/DGES/pt/Estudantes/Bolsas/

Certificação

A conclusão de um CET com aprovação em todas as unidades de formação é atribuído um Diploma de Especialização Tecnológica (DET). Este diploma dá acesso a um Certificado de Aptidão Profissional emitido no âmbito do Sistema Nacional de Certificação Profissional, nas condições fixadas pelo Decreto Regulamentar n.º 68/94, de 26 de Novembro.

Prosseguimento de Estudos

Os titulares de um diploma de especialização tecnológica podem concorrer à matrícula e inscrição no ensino superior através do concurso especial a que se refere a alínea b) do n.º 2 do artigo 3.º do Decreto-Lei n.º 393-B/99, de 2 de Outubro. Aos colocados no curso de Ensino Superior será atribuída creditação de algumas unidades curriculares, de acordo com as características de cada curso.

Contactos

Escola Superior de Tecnologia e Gestão do Instituto Politécnico de Portalegre
Lugar da Abadessa Apt 148 7301-901 Portalegre
Tlf. 245 300 200
Fax. 245 300 230
Email. cets@estgp.pt